Zelador

Minha foto
...de repente, o que está aqui lhe apetece.

Seguidores

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

POUCAS E BOAS 1

1) “Al-Suavited, a equipe tunisiana de vôlei, da cidade de Sfax, faz sua estreia no mundial de clubes, o campeão africano. Vamos à formação inicial: número 12, o grandalhão Oande; o 7, Reternud, atacante de ponta; o outro ponta, 6 Pangst, o polonês; o oposto Subed, com a número 11; Brolium, com a 16, outro gigante e o levantador Ebils, com 2; aí o líbero, Bumshe, com a 15. O técnico Hobions.”

Sabe quando temos que digitar algumas letras para validar nossos comentários em alguns blogs? Então, todos os nomes em destaque foram colhidos desses aplicativos. Pode-se inventar bastante coisa com eles.

2) Meia-noite e meia, por aí, a gente estava lá em casa esperando passar Two and a Half Men, no SBT. De repente, surge um programa de joguinhos onde você, telespectador, participa pelo telefone (preço de uma ligação de celular para São José do Rio Preto).

- Pô, será que vai ficar nessa?
- Não pode ser, deve ser rapidinho, e daqui a pouco passa o seriado.

Atrás da bela moça, que não parava de falar um segundo, havia um painel com cheio de círculos e neles estavam escritos valores que variavam de R$ 100,00 a R$ 1.000,00. A mocinha anunciou que ficaria na nossa companhia a madrugada inteira.

- E o tema de hoje é: animais com a letra C.

Embasbacados com a dificuldade do desafio, em menos de 10 segundos conseguimos dizer uns 15 animais começados com a letra C. Quem acertasse o animal que estivesse no painel ganhava a quantia discriminada E começaram os telefonemas: cavalo, 100 Reais; coelho, 300; cachorro, 200. Percebemos que quanto mais comum o bicho menos o seu valor, é lei da Zooeconomia. O de mil Reais poderia ser o quê? Caranguejo, coala, catatua, castor... Capivara, talvez, o mais nacional e o menos lembrado!

Depois dos três animais vieram as dificuldades da galera que ligava. Uma campainha de telefone de repartição estourava a cada chamada. Camelo, 400 pratas. Aí, a coisa ficou difícil para a população. Uns ligavam e nem sabiam do que se tratava o joguinho, mas a bela e palradora modelo, pacientemente, explicava tudo de novo. Apostavam em coiote, curió, nos animais já escolhidos. Canguru, estranhamente, não constava na lista. Eu juro, pensei em ligar para lá quando dobraram os valores no painel.

- Vamos ligar para essa parada. – eu sugeri. Dois barão nisso já paga os alugueres de janeiro e fevereiro, e o Seu Jorge vai ficar felizão.

- E podemos até comprar outro bujão de gás, um porta galão de água, duas garrafas de Jack Daniels e demais cervejas.

- Podes crer.

Mas...

- Alou quem está na linha?
- Gilberrrto.
- Então, qual o seu palpite?
- Palpite de quê, meu?
- Um animal com a letra C, dê uma olhada no nosso painel...
- Letra C?
- Isso...
- É.. Porrrrco.
- Porco? (buzininha explodindo, errado!) Não, não tem aqui (a modelo não segurou muito bem a gargalhada, mas conseguiu manter a linha). Porco começa com a letra P. Próximo participante!

Nós não conseguíamos ficar nas cadeiras. É difícil rir tanto no mesmo lugar, paradão. O outro participante já estava na linha, mas a mulher também não se agüentava e soltava umas gargalhadas fingindo que ria somente pela simpatia que sua profissão lhe obriga.

Em fim, perdemos o dinheiro e o seriado. O sono chegava, fui para o meu quarto.

Petrópolis, 15 de dezembro de 2010.

10 comentários:

  1. hauhauhuahuahau
    Adorei!
    Outro dia assisti a esta tosqueira de programa! Acho que foi na 2ª ou na 3ª feira, mas desta vez estava valendo acho que R$ 3.000,00 e era de profissão, com letras embaralhadas! Adoro este tipo de joguinho, e eu também quase liguei! hahaha Mas aí acabou o tempo e ninguém acertou.
    Ah! A palavra era CONTABILISTA. kkk Banal!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Corvo... como ninguém falou corvo?! Risos...

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo blog e pelos textos... Tenho um blog chamado Folhetim Cultural gostaria que visita-se este é o endereço: informativofolhetimcultural.blogspot.com
    Vamos trocar conhecimentos...
    Ass: Magno Oliveira
    Folhetim Cultural

    ResponderExcluir
  4. Ahahahahahahah
    Ai, Thiago, que bom saber que você continua brilhante.
    Adorei!
    Muitos beijos!

    ResponderExcluir
  5. Você está ganhando um fã!
    Belo conto!!!
    Espero você e seus leitores no meu blog http://visaodeumburrachosolitario.blogspot.com/
    Abrax. Inté.

    ResponderExcluir
  6. Hahahah! Isso me lembrou a viagem da Lidice que ela fez na semana passada, saindo da França pra Portugal de ônibus. Tinha uma menina e um bêbado conversando, ai a menina: Qual o nome de personagem de desenho que é um animal e começa com C?? Ai o cara: SNOPPY!! Ai a menina: ACERTOU!! Hauahuahau! Pense, acho que esse casal viu esse programa ai! Hehehe!

    ResponderExcluir
  7. 1) Só você mesmo. Uma vez encontrei “pangloss” nesse sistema de comentários. O sistema do Google seria fã de Voltaire?

    2) Já vi este joguinho/programa. E não sei o que é pior: a trilha sonora, o cenário do programa com aquela mescla maluca de vermelho, laranja, amarelo, azul, dourado ou o esforço sofrível da apresentadora em motivar ( e passar o tempo) os que quisessem arriscar a sorte em tão complicado desafio.

    ResponderExcluir

Trejeite