Zelador

Minha foto
...de repente, o que está aqui lhe apetece.

Seguidores

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

AÍ CONFUNDE O PESSOAL VI

Confusões da Infância

Cazuza e Lauro Corona: além da semelhança física, posso ter despertado tal confusão por causa do filme “Bete Balanço”, de 1984, onde apareciam os dois. Isso se estendeu até à novela Direito de Amar, quando soube o nome de Lauro Corona.

Dina Sfat e Fernanda Montenegro: é mais confuso saber o porquê dessa confusão. Eu acho que tem a ver com o Paulo José, marido da Dina, e o Paulo Autran, nas duplas com Fernanda Montenegro, principalmente em “Guerra dos Sexos”.

Felipe Carone e Gianfrancesco Guarnieri: o bigode, talvez.

Carlos Drummond de Andrade e Mário Lago: suas caricaturas e algumas fotos

Jovelina Pérola Negra e Dona Ivone Lara: talvez por causa do Império Serrano. Lembro-me de um documentário sobre Jovelina depois de sua morte, em 1989.

David Bowie e Mick Jagger eram dos Rolling Stones, por causa do clipe “Dancing in the Street” que passava na TV RIO, de madrugada até as primeiras horas da manhã, antes da Kombi do seu Roberto passar e me levar para o colégio.

Mário Gomes, Evandro Mesquita e Kadu Moliterno: talvez por afinidades intelectuais.

Paula Toller e Marie Fredriksson (Roxette): loiras e de cabelos curtos.

Billy Idol e Supla: clássica e proposital e também loiros de cabelos curtos, espetados.

Eu gostava muito da música do Roupa Nova, porque cantavam a música “Amante Porfissional”, que é na verdade, da banda Herva Doce. Descobri isso já adulto, num videokê no sempre aludido, Bar Tic-Tac.

Eu era apaixonado pela Lidia Brondi, mas era para ser a Myriam Rios. Mayara Magri, correndo por fora.

(Lembrado por Jordan Dualibe): Ricardo Montalban, o eterno Sr. Roarke da "Ilha da Fantasia" e Adriano Reys, o também eterno médico das novelas, destaque para "Ciranda de Pedra" e "Barriga de Aluguel".

(Freudiana) Na novela “Gabriela”, quando reprisada: Armando Bogus, como Nacib, era meu pai; Sônia Braga, como Gabriela, minha mãe.

E paramos por aí.

Itaipava, 10 de janeiro de 2011.

18 comentários:

  1. Eu confundia sempre Ricardo Montalban,o (sr.Roarke) da ilha da fantasia com Cristopher Lee.Pra mim,o melhor Drácula até hoje apresentado.Saudades da britânica Hammer Film Productions e seus terrores...no final o Tatto da ilha se suicidou...Confundo também o John Turturro com Anselmo Vasconcelos,talvez pela elegância e nariz.Confundo sempre Javier Bardem com: Jeffrey Dean Morgan e também Robert Downey Junior,pela seriedade dos rostos.Matthew Broderick com Jon Cryer,o irmão de Charlie de (Two and a half men)são parecidíssimos.Chuck Norris com o comediante Tim Allen,se Chuck tirasse a barba,seriam idênticos.Tom Selleck com Burt Reynolds,pelo mesmo tipo de bigode e jeito de canastrão. Amy Smart(Efeito borboleta) com Peta Wilson(La femme Nikita)os olhares e cabelo são idênticos,casava com qualquer uma das duas.E por último eu reparei e achei engraçado,Orson Welles novo e Thiago Quintella se quiser,tirem a dúvida.http://www.shockya.com/news/wp-content/uploads/orson_welles_pic.jpg

    ResponderExcluir
  2. Associações ótimas! Consegui perceber tudo.
    Agora, o último ítem, morri de rir.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. hahahahaha Jordan, nada a ver! (Orson Welles e Thiago) hahahaha Adorei o texto, com destaque para a última associação, engraçadíssima! LEmbrei-me de nossa amiga Izabela, q confundia o próprio pai com um dos Menudos! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (abafa o caso!)
    Beijos saudosos... :*

    ResponderExcluir
  4. Sensacional isso. Confesso que algumas dessas associações também me ocorriam, e talvez se eu puxar pela memória encontrarei outras. Algumas até já se perderam: costumava confundir o ator Harry Dean Stanton (Paris-Texas) com outro de que já não lembro. A semelhança entre Matthew Broderick e John Cryer, lembrada pelo Jordan acima, já foi mencionada no próprio seriado, aliás. Se Dan Stulbach trabalhasse no cinema americano a associação com Tom Hanks seria inevitável.

    Bem, mas legal mesmo são as suas justificativas para essas associações.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Thi,
    Desculpa a pergunta, mas quantos anos você tem? haha Me senti uma criança agora, eu dei muita risada com esse post porque lembrei de algumas associações, mas a maioria eu não conheço, pelo menos não por nome..rs
    Obrigada por seu recado no meu blog, muito carinhoso.
    Seja Bem Vindo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Ainda tô pensando nas associações (subjetivíssimas!) entre Montenegro e Sfat =))))

    ResponderExcluir
  7. ós ler isso aqui, me perguntei: como o Thiago não escreveu isso antes?! Definitivamente um dos melhores posts da série "Aí Confunde o Pessoal".

    A minha lista de confusões na infância está muito associada ao tempo/ espaço [já conversamos sobre isso!] e isso fez com que meus pais perdessem a paciência por alguns momentos. A dupla Lauro Corona e Cazuza é um grande clássico das confusões e dizem por aí que eles eram primos, o que justificaria ainda mais a confusão. Mas as grandes confusões musicais são as minhas predileta:

    Episódio 1: após terminarmos a prova de vestibular da PUC, um dos meus amigos comentava uma das questões dissertativas. E todo empolgado, disse que ao falar sobre o capitalismo, citou "aquela" música dos Paralamas [???!!!], que tem aquele verso "homem que mata, capitalismo selvagem... ôôô [hã?!]

    Episódio 2: Festa da "firma" e começa a tocar Cláudio Zolli e o pessoal canta em coro: na madrugada vitrola rolando um blues, tocando DE BIQUINE sem parar" [como assim: cadê do BB King?!]

    Episódio 3: já fez parte da série ASSIM CONFUNDE O PESSOAL. Eu tenho uma tatuagem do Fernando Pessoa, e meu primo, quando estava comigo no estúdio, fazendo a tatto, disse: "Tati, eu não sabia que vc curtia tanto o Santos Dumont". Depois disso, a minha vida não foi mais a mesma! Rs

    ResponderExcluir
  8. Essa sessão "separados na maternidade" foi um barato. Tenho as minhas confusões, mas não me recordo nenhuma agora. E eu também era fascinado por la Brondi.

    ResponderExcluir
  9. Santos dumont com Fernando pessoa? por dios! Estou aqui fundindo a minha cabeça, tentnado saber o que eu confundi a minha vida toda. Fantástico.

    Ah Pode Ser Zibia Gaspareto com a Mãe Dinah? Não..ah ta, ok!

    ResponderExcluir
  10. Rapaz, tô acompanhando o noticiário. Tá tudo bem contigo?

    Chorik

    ResponderExcluir
  11. Morri de rir aqui. Todas essas confusões têm um fundo de verdade.

    ResponderExcluir
  12. Se não fosse por obra e graça da ditatorial MIDIOCRACIA e seus "danos colaterais" haveria "confusões da infância"? Perguntemos ao Henry Kissinger, aos Rockefeller, ou aos Rothchild e ao Bento XVI (Banco do Vaticano), se AQUELES QUE do alto da "casa grande" CONTROLAM "NOSSOS (agora chipados) DINHEIROS", protegidos por seus inumanos exércitos de "cães de guarda" armados até os dentes, não SÃO OS QUE CONTROLAM NOSSO (MILENAR) INEXISTENTE "LIVRE ARBÍTRIO"?

    Ou estou fazendo confusões da maturidade?
    Valeu o mote, não pude perde-lo e espero que aproveitem,sou grato.

    ResponderExcluir
  13. Thiago,
    Quanta confusão meu camarada!!!
    Agora os escritores ganharam mais um espaço para mostrar o seu trabalho. O site Los Burrachos: http://www.losburrachos.com.br/
    Você está convidado a participar de algum modo.
    Espero você e seus seguidores no meu blog: http://visaodeumburrachosolitario.blogspot.com/
    Abrax. Inté.

    ResponderExcluir
  14. Huahauhauahuahauhauahu !!!!!

    Vc deve ser muito novo mesmo Thiago... As semelhanças existem, mas para mim (5,1 bem rodados, não havia confusão).

    Confundo coisas mais antigas....Ultraman, Ultrasevem, Robô Gigante !!!!

    E a Regina Duarte que apresentava um programa infantil, não sei bem em qual canal (acho que era na Globo mesmo).

    Confusão mesmo seria confundir Confúcio com Pafúncio !!!!

    Ai sim !!!!

    Abraços e apreciei (com moderação) a sua nova morada.

    Sucesso hoje e sempre....

    Danielbyk

    ResponderExcluir
  15. Thiago

    É, aí confunde.

    O Mister Been (é isso) não é a cara do novo ministro da previdência ?

    E o pinóquio, não posso deixar de lembrar dele, sempre que vejo o atual governador de São Paulo. E aí a semelhança não é só física.

    Bela postagem

    ResponderExcluir
  16. Rs.

    Não me ocorre nada agora a complementar.

    http://www.vemcaluisa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Você era uma criança atormentada...rs

    ResponderExcluir
  18. Eu nunca confundi o Cazuza com o Lauro Corona, Thiago. Eu tive certeza que ele era o Lauro Corona! Paguei um mico por causa disso.

    Conheci o Lauro quando comecei a namorar a minha primeira mulher, de quem o Lauro era vizinho e amigo. Uns anos depois passei na Som Livre para pegar uma amiga pra almoçar. Quando entrei na sala dela (ela era secretária do João Araújo), lá estava um cara, e no que ela fez menção de nos apresentar, eu já fui me antecipando: "Laurinho!" E o "Laurinho" falou, sacaneando: "Eu era o Laurinho Corona, mas agora cresci."

    Era o Cazuza, de quem até então eu nunca ouvira falar. Na verdade, acho que ele nem cantava nessa época. Era funcionário da Som Livre.

    Eles de fato eram muito parecidos. Só que o Cazuza era mais alto que o Lauro, um tampinha de 1,60 ou pouco mais que isso.

    Uns três anos depois de "Bete Balanço", Lauro Corona já apresentava os primeiros sintomas da Aids, mas nunca assumiu a doença. Durou mais tempo que o Cazuza, provavelmente porque se cuidava mais. Me lembro que ele já estava muito mal quando o Cazuza assumiu que contraira o vírus, que era bissexual e que usava drogas. Segundo a minha ex, o Lauro não usava drogas, mas era homossexual, o que também nunca assumiu publicamente.

    Outra semelhança entre eles que deve ter contribuído para refotçar a sua confusão é que, logo depois de Bete Balanço, Lauro começou a cantar. Não sei se chegou a gravar, mas me lembro dele cantando na Globo.

    Engraçada a relação com o tempo. Lauro Corona já era um ator famoso quando o Barão Vermelho surgiu. Já tinha participado de várias novelas, inclusive os mega sucessos "Dancin'Days" e "Baila Comigo". E você só se lembra do nome dele a partir de "Direito de Amar" última novela que ele fez até o fim. Na seguinte, a magreza e a queda de cabelo já eram flagrantes, e ele, muito enfraquecido, teve de sair antes do fim. Ironicamente, a novela chamava-se "Vida Nova".

    Abração

    ResponderExcluir

Trejeite